engIobra / Obras em Casa / Saiba qual é o pavimento certo para a sua garagem

Saiba qual é o pavimento certo para a sua garagem

Escolher o pavimento para a garagem não é bem o mesmo que escolher o chão para a cozinha ou para a sala de estar (até porque numa garagem ao ter um carro estacionado, existe a probabilidade de ele eventualmente perder óleo, o chão ficar marcado e bastante sujo…).

Contrariamente ao que acontece com o pavimento da sua casa, ao escolher o que vai revestir o chão da mesma, deve ter em conta pelo menos três aspetos muito importantes:

  • Durabilidade – Ninguém quer gastar uma pequena fortuna a colocar pavimento na garagem de 2 em 2 anos. Por isso, deve ter sempre muito cuidado ao escolher o tipo de material.
  • Capacidade de limpeza – Todas as pessoas sabem que existem superfícies mais simples de limpar do que outras. Um carro acumula sempre bastante terra e pó nas rodas. Assim sendo, ao escolher o pavimento para a sua garagem deve ter em conta a facilidade de limpeza do mesmo (por exemplo um pavimento liso é mais simples de limpar que um rugoso).
  • Manutenção – Na hora de escolher o pavimento certo para a garagem, a manutenção também é algo bastante importante e que deve ter em conta. Isto porque a manutenção de um pavimento é tão importante quanto a sua durabilidade.

Tipos de pavimentos para garagem

Uma garagem para algumas pessoas não serve apenas para colocar o carro. Serve de oficina, arrumo de ferramentas e móveis e, por vezes, até de arrecadação.

Assim sendo, antes de escolher o pavimento certo para a garagem, deve ter em conta qual a utilização que irá fazer do mesmo.

Vamos dar-lhe alguns exemplos de pavimentos que pode utilizar.

1 – PVC

Os PVC com cerca de ¼ de polegada de espessura são bastante resistentes à maior parte dos produtos químicos (graxa, óleo…), assim como à maior parte das substâncias corrosivas que se possa ter numa garagem.

Além de ser bastante simples de limpar (talvez o mais simples de todos), está disponível em diversas cores e formatos. Além de conseguir suportar o peso de qualquer tipo de carro ou móvel que queira colocar na sua garagem.

2 – Betão

Este tipo de pavimento é ótimo se apenas tenciona utilizar a garagem para arrumação e para coisas básicas, como guardar a mota ou as bicicletas.

O betão é um material bastante barato e que quando bem cuidado pode durar uma vida inteira (além de que é muito simples de limpar – podendo até utilizar uma mangueira para o fazer).

3 – Tapete

Se pretende transformar a sua garagem num espaço de lazer e de brincadeira para os mais novos, a melhor opção passa por um piso de tapete. Saiba que eles podem andar pelo chão à vontade que não se vão aleijar.

Com este tipo de pavimento é importante ter alguns cuidados extra. Isto porque antes de o colocar no chão vai ter de forrar o mesmo e, posteriormente, colocar uma camada extra de isolamento.

4 – Piso com cor

Caso a garagem seja para manter o carro e pouco mais do que isso, mas não acha piada ao concreto (devido à sua cor cinzenta), pode optar por um piso com cor.

Embora não sejam a alternativa mais em conta, são bastante simples de limpar, duram bastantes anos e dão um ar muito mais agradável à sua garagem.

5 – Madeira

Embora a madeira seja um ótimo tipo de pavimento para se colocar em quartos, pode não ser o melhor para a sua garagem (como é obvio vai depender imenso da utilidade que irá dar à mesma).

No entanto, se apenas vai utilizar este espaço para guardar materiais e pouco mais, esta poderá ser uma ótima solução, uma vez que é bastante simples de montar e super simples de limpar.

Se optar por ser você a montar este piso, tenha em conta que não o deve colar (basta encaixar os blocos de madeira nas ranhuras) e deve ainda deixar uma folga nas bordas para que a madeira possa expandir ou contrair de acordo com as variações de temperatura.

6 – Piso de cerâmica

O piso de cerâmica pode ser uma boa opção para a sua garagem, uma vez que é prático de colocar, baratos e simples para limpar (embora no que respeite a durabilidade não seja o melhor, pois tem uma boa probabilidade de ele se rachar em algum momento).

Embora possa colocar o carro numa garagem com pavimento de cerâmica, precisa ter em conta que os pneus vão chiar em cima do mesmo.

7 – Fulget

O fulget ou granilite lavado é outro material que tem sido muito utilizado como pavimento para garagem.

O fulget resulta da combinação de cimento, aditivos e granulados de pedras naturais de várias cores.

A sua textura áspera e antiderrapante é excelente para garagens. Além de fácil de lavar, possui um custo acessível e é ainda durável e renovável, já que apenas as áreas danificadas podem ser refeitas.

8 – Piso em borracha

O piso em borracha ou pavimento de PVC é produzido a partir da reciclagem deste material.

É aconselhável que este tipo de piso seja instalado em ambientes que demandam grandes pavimentações, pois a sua relação de custo benefício é bem atrativa aos usuários.

Além disso, o material proporciona um piso antiderrapante para garagem e a sua instalação é bem simples, o que facilita e reduz o tempo de mão de obra no local.

Agora que já sabe qual o pavimento certo para a garagem, já pode começar a por mãos à obra ou solicitar orçamento para realizar essa pequena obra.

No entanto, antes de o fazer, tenha em conta quais as reais necessidades que a garagem vai satisfazer, pois como viu, o pavimento certo para a garagem depende efetivamente da utilidade que lhe vai dar.

Se tiver alguma dúvida ou questão, não hesite em contactar-nos, pois teremos todo o gosto em ajudar.

Veja também:

Precisa de orçamento para fazer obras em casa?

Licenciado em Engenharia Civil, desde 2004, pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Membro sénior da Ordem do Engenheiros. Conta com mais de 10 anos de experiência como projetista de estruturas, sistemas prediais de distribuição e drenagem de águas, redes de distribuição de gás natural, direcção e fiscalização de obras públicas e privadas.