Projetos de Estabilidade

Projetos de estruturas para licenciamento camarário e execução

engenheiro civil ricardo rodrigues

Todos os projetos de estabilidade são elaborados pelo Eng.º Ricardo Rodrigues

Projetos » Especialidades » Projetos de Estabilidade

O que é um projeto de estabilidade?

Um projeto de estabilidade consiste num documento elaborado por um engenheiro civil, que contempla as especificidades técnicas regulamentares para construir uma estrutura.

O projeto de estabilidade, também é conhecido como projecto de estruturas e/ou projeto estrutural.

Para que serve?

Determina o tipo de estrutura e a dimensão dos elementos estruturais a construir de forma a suportar as paredes exteriores, paredes interiores e as cargas de utilização ao longo de todo o tempo de vida útil da estrutura.

Composição

É composto por peças escritas e desenhadas, que têm de ser entregues na Câmara Municipal, no âmbito do licenciamento de obras de construção, remodelação e demolição.

  1. Termo de Responsabilidade do Autor do projeto
  2. Declaração da OE ou OET em como o autor está apto para realizar este tipo de projetos
  3. Peças escritas – Memória Descritiva, Cálculos Justificativos e Estimativa Orçamental
  4. Peças desenhadas – Desenhos de pormenor para executar a estrutura à escala 1/100, 1/50, 1/20, entre outras

É importante ressaltar que o projecto de estabilidade deve ser feito de acordo com o projeto arquitetónico previamente elaborado.

Isto significa que a realização do projeto de estabilidade deve respeitar a arquitetura idealizada pelo arquiteto e dono da obra, adaptando-se a esta da melhor forma possível, evitando alterações.

imagem de uma estrutura em betão armado

Em que situações são necessários os projetos de estruturas?

Os projetos de estabilidade (estruturas) devem ser elaborados sempre que construir alguma edificação (moradia, edifício), em alguns casos de legalizações ou sempre que a reabilitação do imóvel tenha impacto na estrutura existente.

Um projecto de estruturas só pode ser concebido quando já existe um projeto arquitetónico.

Na maioria dos casos, o responsável pelo projeto de estruturas recebe do arquiteto o projeto aprovado pela Câmara.

Isto significa que o documento já pode ter sofrido diversas modificações, o que pode dificultar o trabalho do projetista de estruturas, caso o dono da obra ou arquiteto não desejem novas adaptações na planta.

Por isso, é importante que o engenheiro civil responsável pelo projeto de estruturas comece a participar o quanto antes, inclusive enquanto o projeto arquitetónico ainda está a ser desenvolvido.

Assim, será mais fácil apresentar soluções e adaptações na estrutura, de acordo com as ideias do arquiteto e do dono da obra.

Veja também: Tempo de aprovação dos projetos de especialidades

Quanto custa o projeto de estabilidade?

Tipo de projetoPreços médios
Ampliação de uma laje de cobertura (estrutura constituída 2 sapatas de 1.60×0.60×0.50, 2 pilares de 0.20×0.30, 1 viga de 0.20×0.80 e 2 vigas de 0.20×0.30) 250€
Projeto de estruturas de uma moradia900€
Projeto de estruturas de um edifício de 4 pisos1.500€
Projeto de estrutura de um edifício de 6 pisos2.500€
Projeto de estrutura de uma moradia com 3 pisos1.100€
Projetos de estabilidade para 20 moradia (3 pisos) em banda7.000€
Projeto de contenção periférica numa extensão de 100 ml (muro de suporte em consola para de contenção de terras com 2.50m de altura)750€
Aos preços apresentados acresce o IVA à taxa normal em vigor

Estes preços são meramente indicativos.

Projeto de estabilidade de uma moradia unifamiliar

Desenho
Planta de fundaçõesVer pdf
Planta de eixosVer pdf
Planta de vigasVer pdf
Planta da coberturaVer pdf
Armaduras das fundaçõesVer pdf
Armaduras dos pilaresVer pdf
Armaduras das vigasVer pdf
Armadura do muro de contenção de terrasVer pdf
Armadura da laje de coberturaVer pdf
Armadura da laje de escadasVer pdf
Estrutura de um reservatório em betão armado

Finalidade dos projetos de estabilidade

Qualquer tipo de construção, desde um edifício até a uma ponte, é erguido com base numa estrutura, estando esta visível ou não.

Basicamente, os engenheiros e os arquitetos podem ter de lidar com dois tipos de projetos de estabilidade, sendo estes voltados para o estudo de estruturas novas ou então estruturas já existentes, mas que precisam de algum tipo de alteração ou reforço.

Estruturas Novas

No caso da elaboração de projetos de estruturas novas, o engenheiro de estruturas trabalha em conjunto com o arquiteto e o dono da obra para ajudar a concretizar a sua ideia.

Assim, são feitos estudos e análises que visam possibilitar a criação de um edifício, de acordo com o que foi idealizado pelo dono da obra.

Reabilitação de Estruturas

O trabalho em estruturas existentes também é chamado de reabilitação de estruturas e tem como particularidade o reaproveitamento da estrutura construída previamente.

Neste caso, o trabalho do engenheiro de estruturas tem como objetivo renovar ou reforçar a estrutura pré-existente, proporcionando maior durabilidade e segurança à construção em questão.

Como são elaborados?

Conforme dito, os projetos de estabilidade são realizados com base em cálculos de esforços resultantes das combinações de ações, os quais são usados para o dimensionamento dos elementos estruturais e as respetivas verificações de segurança.

As ações consideradas no cálculo de dimensionamento são aquelas de caráter permanente, ou seja, que não apresentam variação da intensidade ao longo do tempo, bem como as ações variáveis.

Entre as ações permanentes estão incluídos o peso próprio da estrutura e restantes cargas permanentes, bem como as paredes de fachada e as paredes divisórias pesadas.

Também fazem parte desta categoria as ações geotécnicas provocadas pelo terreno nas paredes de contenção do piso enterrado.

Relativamente às ações variáveis, ou seja, aquelas que apresentam variação da intensidade ao longo do tempo, consideraram-se as sobrecargas que representam as ações provocadas pela utilização do edifício, a ação do vento, do sismo e da neve.

Estas ações (permanentes e variáveis) são então quantificadas e combinadas entre si, conforme estabelecido na Regulamentação em vigor para que sejam determinados os esforços nos elementos resistentes do edifício.

Veja também: Calculadora de Esforços em Vigas

Determinação da solução estrutural

A solução estrutural é determinada após a análise dos elementos fornecidos pela arquitetura, bem como os cálculos, dimensionamentos e combinações mencionadas anteriormente.

O estudo da opção estrutural mais viável ao projeto é feito respeitando-se sempre a arquitetura apresentada, além de envolver uma escolha criteriosa dos elementos estruturais.

O objetivo é que se trabalhe com soluções estruturais de simples execução e que ajudem a reduzir o custo de execução da obra, cumprindo sempre, integralmente, os regulamentos e os critérios de segurança para se obter um bom comportamento estrutural de todos os elementos.

Veja também: Tempo de aprovação dos projetos de especialidades

Projecto de estruturas - estabilidade em betão armado
Estrutura de um edifício em betão armado

Etapas dos projetos de estabilidade

  1. Escolha do tipo de estrutura (material a usar)
  2. Escolha do tipo de fundações de acordo com o terreno
  3. Implantação da estrutura na arquitetura
  4. Pré-dimensionamento da estrutura e fundações – 1º Cálculo
  5. Criação do modelo 3D da estrutura (CYPE, Tricalc, Sap2000, Robot)
  6. Aplicação de ações na estrutura (Acções permanentes, variáveis, sísmica, vento, temperatura e Retração)
  7. Cálculo dos esforços da estrutura – 2º Cálculo (MEF ou Método dos deslocamentos – página 191-240)
  8. Dimensionamento da estrutura e verificação – 3º Cálculo (Dimensão final dos elementos estruturais)
  9. Elaboração das peças escritas e desenhadas

Tipos de estruturas mais comuns

Existem outros tipos de estruturas, no entanto estes são os tipos de estruturas mais usados na construção civil.

  1. Estrutura em betão armado e pré-esforçado (in situ)
  2. Estrutura em betão pré-esforçado pré-fabricado (em fábrica)
  3. Estrutura metálica (aço laminado, composto, enformado, LSF)
  4. Estruturas mistas de betão e aço
  5. Estruturas de blocos de betão (Alvenaria resistente)
  6. Estruturas de alumínio
  7. Estruturas de madeira

Legislação – Regulamentos para projetos de estruturas

O projectos de estruturas é realizado com base em regulamentos, normas portuguesas (RSA e REBAP) e europeias (Eurocódigos), seguindo estes padrões normativos para o cálculo de ações, combinações, dimensionamento e verificações de segurança.

Diplomas revogados em 2019

RegulamentoDecretoObservações
RSA – Regulamento de Segurança e Acções para Estruturas de Edifícios e PontesDecreto-Lei n.º 235/83 de 1983-05-31Revogado pelo Decreto-Lei n.º 95/2019 de 2019-07-18, em vigor a partir de 2019-11-15
REBAP – Regulamento de Estruturas de Betão Armado e Pré-esforçadoDecreto-lei 349-C/83, de 1983-07-30Revogado pelo Decreto-Lei n.º 95/2019 de 2019-07-18, em vigor a partir de 2019-11-15
REAE – Regulamento de Estruturas de Aço para EdifíciosDecreto-Lei n.º 211/86Revogado pelo Decreto-Lei n.º 95/2019 de 2019-07-18, em vigor a partir de 2019-11-15

Legislação atual

DocumentoAplicaçãoSumárioData
Despacho Normativo n.º 21/2019Eurocódigos EstruturaisAprova as condições para a utilização dos Eurocódigos Estruturais nos projetos de estruturas de edifícios2019-09-17
Portaria n.º 302/2019Comportamento SísmicoDefine os termos em que obras de ampliação, alteração ou reconstrução estão sujeitas à elaboração de relatório de avaliação de vulnerabilidade sísmica, bem como as situações em que é exigível a elaboração de projeto de reforço sísmico.2019-10-12
Publicação LNEC
(Baixar PDF)
Avaliação da Segurança SísmicaGuião de avaliação da segurança sísmica de edifícios existentes de betão armado
Publicação LNEC
(Baixar PDF)
Avaliação da Segurança SísmicaMetodologia para a avaliação da segurança sísmica de edifícios existentes baseada em análises de fiabilidade estrutural – Edifícios de betão armadoVersão revista, outubro 2019
Portaria n.º 304/2019Requisitos Funcionais em Edifícios – Operações de ReabilitaçãoDefine os requisitos funcionais da habitação e da edificação em conjunto, aplicáveis às operações de reabilitação em edifícios ou frações com licença de construção emitida até 1 de janeiro de 1977, sempre que estes se destinem a ser total ou predominantemente afetos ao uso habitacional.2019-10-12

Lista de Eurocódigos

  • Eurocódigo 0 – Bases para o projeto de estruturas
  • Eurocódigo 1 – Acções em estruturas
  • Eurocódigo 2 – Projeto de estruturas de betão
  • Eurocódigo 3 – Projeto de estruturas de aço
  • Eurocódigo 4 – Projeto de estruturas mistas aço-betão
  • Eurocódigo 5 – Projeto de estruturas de madeira
  • Eurocódigo 6 – Projeto de estruturas de alvenaria
  • Eurocódigo 7 – Projeto geotécnico
  • Eurocódigo 8 – Projeto de estruturas em regiões sísmicas
  • Eurocódigo 9 – Projeto de estruturas de alumínio
  • Consulte a lista de Eurocódigos publicados

Perguntas Frequentes

1- O projeto de estabilidade é obrigatório?

Sim. O projeto de estabilidade (estruturas) é obrigatório para obras novas ou reabilitações de estruturas pré-existentes, quando se pretenda alterar a estrutura ou a utilização prevista inicialmente.

2 – Quem pode elaborar um projeto de estabilidade?

Apenas os engenheiros civis inscritos na OE e OET possuem habilitação para elaborar este tipo de projeto.

3 – Quanto custa um projeto de estruturas?

O preço não é padronizado, e irá depender da complexidade e das horas de trabalho necessárias à sua elaboração. Consulte a tabela de preços médios estimados.

4 – Pode haver alterações ao projeto em obra?

Apenas se o próprio responsável pelo projeto assim o determinar. As Câmaras Municipais, por norma, não fiscalizam a execução do projeto de estabilidade, sendo esta fiscalização de responsabilidade do Engenheiro e do dono da obra.

5 – Que documentos o engenheiro civil precisa para elaborar o projeto?

Para elaborar o projeto de estabilidade, o engenheiro precisa de ter em mãos o projeto de arquitetura completo.

Solicite um orçamento gratuito para seu projeto de estabilidade!

Após rececionar o seu pedido via formulário ou por e-mail, entraremos em contacto.

Ultima atualização:

Autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da NValores e engIobra (RRNValores Unipessoal, Lda,)

Sou Licenciado em Engenharia Civil, desde 2004, pelo I.S.E.L. - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Membro sénior da OET - Ordem do Engenheiros Técnicos.

A equipa engiobra é formada por engenheiros e arquitetos com experiência comprovada em projetos de especialidades para licenciamento e execução.

Atualmente trabalho na engiobra como Projectista: Tenho mais de 10 anos de experiência em projectos de engenharia civil nomeadamente, projectos de estabilidade (estruturas), projectos de redes de abastecimento de águas prediais, projectos de redes prediais de drenagem de águas residuais e pluviais, projectos de acústica de edifícios, projectos de redes prediais de gás.

Entre 2004 e 2010 trabalhei em direcção e fiscalização de obras públicas e privadas.

Redes sociais:

O engiobra é um site gerido pela RRNValores Unipessoal Lda., uma empresa que presta serviços de engenharia.

  • CAE: 71120
  • NIPC: 514 823 577

Rua Pedro Nunes, Nº 69, R/C 2830-101 Barreiro

[email protected]

934 821 484