engIobra / Obras em Casa / TOP 10 ferramentas que deve ter em casa

TOP 10 ferramentas que deve ter em casa

TOP 10 ferramentas que deve ter em casa

Ter todas as ferramentas em casa é uma mais-valia. Caso aconteça algum imprevisto tem sempre como realizar todas as reparações necessárias.

O vamos apresentar-lhe o nosso Top 10 ferramentas que deve ter em casa para que, em caso de necessidade, não lhe falte nada.

Lista de ferramentas básicas essenciais a ter em casa

Um kit de ferramentas pode ajudá-lo a resolver pequenos problemas (como pregar um prego, apertar um parafuso…).

ferramentas básicas

Apresentamos-lhe as 10 ferramentas que deve ter em casa, independentemente da utilidade que lhes vai dar (vai ver que um dia eventualmente vão dar jeito).

1 – Fita Métrica

Seja para medir paredes ou para saber quanto mede a sua cama, uma fita métrica é essencial em qualquer casa portuguesa.

Existem das mais simples (onde apenas precisa de a desenrolar para medir) às mais complexas (com medidores a laser – sendo estas bem mais práticas, mas também bastante mais caras e não lhe possibilitam fazer medições de superfícies curvas).

2 – Alicate Universal

Outra das ferramentas que não vai poder deixar de ter em casa é um alicate universal. Este vai servir-lhe para diversas ocasiões (segurar algo com mais firmeza, fixar peças, prender e travar, desapertar parafusos, cortar tubulações metálicas, crimpar terminais… enfim uma panóplia de coisas).

Quando fizer a aquisição do mesmo, gaste um pouco mais de dinheiro e opte por um que tenha isolamento elétrico no cabo e que seja robusto. Será, sem dúvida, uma das ferramentas que mais vai utilizar.

3 – Alicate de Corte

Este tipo de alicate é um complemento ao alicate universal e, é muitas vezes, conhecido como corta-arames. Embora possa não ser tão utilizado como o alicate universal, será uma boa aposta, principalmente, se pretender cortar alguns fios por casa.

Embora existam diversos tipos de alicate que deve ter em casa, o mais importante é escolher aqueles que vão suprimir a sua necessidade.

4 – Chaves de Fendas

As chaves de fendas comuns e as chaves de Philips (as de ponta em forma de estrela) são também ferramentas que deve ter em casa. Isto porque a maior parte dos parafusos só podem ser apertados com uma destas chaves.

Opte (se tiver disponibilidade) por comprar um kit completo com vários bites removíveis. Isto porque a curto/médio prazo irá compensar (em vez de estar a ir a uma loja buscar uma chave de fendas de cada vez).

Se não tiver a possibilidade de adquirir um kit completo, opte por comprar uma boa chave de fendas que lhe permita utilizar os bites adicionais (pode optar também por adquirir uma aparafusadora recarregável. Embora não seja uma das ferramentas mais importantes, poderá dar-lhe um grande jeito).

5 – Chave Inglesa

Ter uma chave inglesa em casa é sinónimo de, independentemente do que acontecer, ter ali uma salvação. Pode ser utilizada para reparar bicicletas, apertar um cano que se soltou ou em qualquer outro objeto que tenha parafusos ou porcas.

Uma vez que estes tipos de chaves são bastante versáteis, existe a possibilidade de adquirir um conjunto das mesmas com vários tamanhos (fica mais em conta do que comprar individualmente).

6 – Martelo

Um martelo é, sem qualquer sobra de dúvida, uma das ferramentas que deve ter em casa. Isto porque, embora os pregos já não sejam tão utilizados como antigamente, existe sempre alguém que precisa de um martelo (e que não tem porque achou que nunca iria utilizar). Convenhamos que todos nós temos ainda em casa algumas coisas pregadas nas paredes com os velhos pregos!

7 – Nível

Ter um nível em casa pode não ser tão comum. No entanto, saiba que esta é uma das principais ferramentas que deve ter em casa. Um nível vai servir para alinhar praticamente tudo (desde prateiras, quadros, e superfícies onde precise de mais do que um ponto de fixação).

Para saber se está tudo nivelado, o nível da bolha deve estar centrado na ferramenta.

8 – Berbequim

O berbequim já não é tão utilizado como antigamente, uma vez que existem, atualmente, diversas alternativas de fixação que não necessitam de furar paredes.

Pode adquirir um berbequim com função de aparafusadora e, neste caso, será uma ferramenta 2 em 1. Quando comprar um berbequim (poderá fazê-lo numa loja de ferramentas em 2ª mão) tenha o cuidado de comprar também uma extensão de pelo menos 5 metros.

Ao utilizar um berbequim na sua parede tenha também cuidado em adequar a broca ao tipo de parede.

9 – Tesoura

Embora esta não necessite de estar dentro do kit de ferramentas, é, sem dúvida, um daqueles materiais que deve ter mesmo em casa.

Uma tesoura irá dar jeito para tudo e mais alguma coisa. Isto porque é um dos instrumentos mais versáteis que existe. Além disso, sem tesoura como é que vai cortar as braçadeiras que revestem as outras ferramentas?.

10 – Lanterna a Pilhas

A maior parte das pessoas apenas se lembra da lanterna quando a luz falha (até porque já não é muito comum a utilização de velas). No entanto, esta é também uma das ferramentas que deve ter em casa. Isto porque, por vezes, existem locais com iluminação bastante fraca e pode precisar dela para conseguir ver corretamente o espaço que precisa arranjar.

Além das ferramentas básicas para ter em casa, é importante garantir alguns outros acessórios como:

  • Pregos;
  • Parafusos;
  • Buchas de diversos tamanhos;
  • Fita veda rosca;
  • Fita isolante;
  • Cola de madeira.

Com todos estes acessórios e ferramentas básicas, é possível lidar com eventuais imprevistos que possam acontecer no dia a dia e fazer pequenas manutenções sozinho.

Entretanto, tenha bastante atenção quando mexer com redes elétricas ou itens hidráulicos. Procurar um profissional é sempre mais seguro!

Agora que já sabe quais são as 10 ferramentas que deve ter em casa, verifique no seu kit quais as que lhe faltam e, assim que tiver oportunidade, desloque-se a uma loja que venda esse tipo de materiais.

Se tiver alguma dúvida ou questão sobre estas ferramentas, não hesite em contactar-nos, pois teremos todo o gosto em ajudar.

Licenciado em Engenharia Civil, desde 2004, pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Membro sénior da Ordem do Engenheiros. Conta com mais de 10 anos de experiência como projetista de estruturas, sistemas prediais de distribuição e drenagem de águas, redes de distribuição de gás natural, direcção e fiscalização de obras públicas e privadas.