engIobra / Máquinas e Equipamentos / O Que É Um Bate-Estacas?

O Que É Um Bate-Estacas?

Este equipamento de construção civil, com um nome que não podia expressar melhor a sua função, é utilizado em todo mundo e diariamente presta os seus serviços para auxiliar na construção de vários edifícios.

Para aqueles que se perguntam sobre o que é um bate-estacas, que funções tem, e sobre que tipos de bate-estacas existem, poderão encontrar ar respostas a todas essas perguntas aqui. Este equipamento imponente pode ser notado facilmente quando se passa perto de um local onde ocorrem obras. Estes equipamentos são bastante úteis na área da construção civil, assegurando que tarefas morosas sejam efetuadas em muito menos tempo do que seriam sem a preciosa ajuda dos bate-estacas.

Exemplo de um Bate-estacas

Exemplo de um Bate-estacas

Imagine que este equipamento não existia, como seria ter que cravar todas aquelas estacas manualmente? Como seria ter que encontrar outra forma de cravar estacas que mais tarde serão a base para a construção de um novo edifício?

Sem dúvida seria uma tarefa muito demorada que iria requerer o esforço de inúmeros operários durante semanas a fio. Felizmente, este equipamento foi criado e evoluiu ao longo dos anos, o que permite que hoje as várias construtoras possam utilizar os seus serviços e acelerar o processo de construção.

Origem do Bate-Estacas

Se analisar o passado de cada equipamento de construção civil, poderá notar que a maioria deles possui uma longa história, que não é nada mais que um importante processo evolutivo que resulta na melhoria de determinado equipamento. A maioria dos equipamentos de construção civil que conhecemos nos dias de hoje, tiveram a sua origem há alguns séculos. No entanto no que diz respeito ao bate-estacas, sabe-se que existiam equipamentos que podiam ser os percursores dos atuais bate-estacas, na época do Império Romano.

Mais tarde, mais referências á invenção do bate-estacas seriam feitas, e vários inventores ficaram com os créditos de terem contribuído para a invenção primordial que deu origem ao equipamento que auxilia milhares de construções, dia após dia em todo o mundo. Inventores como James Valoué, ou até mesmo o memorável Leonardo da Vinci foram mencionados como dois dos vários percursores que deram origem ao equipamento que hoje conhecemos. Muitos mais registos deste equipamento foram descobertos e mais “inventores”, em outras palavras, a origem exata do bate-estacas, não é tão clara quanto se gostaria, mas o que interessa realmente é que ele existe e que evoluiu bastante.

Os primeiros equipamentos utilizavam essencialmente a força humana ou a força animal para levantar grandes pesos e depois deixa-los cair. Felizmente, ao longo dos séculos as técnicas utilizadas mudaram e tornaram-se mais eficazes.

Diferentes Particularidades

Em linguagem simples, o bate-estacas serve para cravar estacas no solo, que podem ser feitas de concreto, madeira, entre outros materiais. A torre irá depois elevar o bate-estacas e, este, vai ser responsável por cravar a estaca no solo. Pode ser utilizado um peso, ou um martelo pneumático. Esse martelo de queda pode pesar entre 600 quilos a sete toneladas que ao cair e desferir vários golpes na estaca, vai fazer com que se enterre no solo. Munidos com uma bomba hidráulica responsável pela injeção de óleo no circuito, os bate-estacas conseguem fazer o martelo subir e descer.

Existem várias particularidades que fazem deste equipamento mais eficaz ou menos eficaz, existe o martelo que funciona a ar, um que funciona a diesel, e finalmente o martelo hidráulico. Na escolha do tipo de equipamento certo é essencial saber qual o mais eficaz, e na minha opinião, o mais eficaz é o martelo hidráulico.

Os martelos hidráulicos que irão ser usados para bater nas estacas de forma a enterra-las no solo são mais modernos do que as alternativas a diesel, por exemplo. Este tipo de martelos são mais amigos do ambiente, o que significa que causam menos poluição, além disso, são mais eficientes e menos ruidosos. Contudo a opção de um martelo alimentado a diesel é também uma escolha bastante acertada.

Um dos problemas ambientais que pode ser notado durante a utilização deste equipamento ocorre quando o bate-estacas está a ser utilizado junto de águas onde existem peixes vão afetar os peixes a habitar naquelas águas. Esta é apenas uma das formas de poluição deste tipo de equipamento, dado que também libertam poluentes para a atmosfera.

Discovery Channel - APE D180 Diesel Hammer on Highway 880 Oakland California

Precisa de orçamento para fazer obras em casa?

Licenciado em Engenharia Civil, desde 2004, pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Membro sénior da Ordem do Engenheiros. Conta com mais de 10 anos de experiência como projetista de estruturas, sistemas prediais de distribuição e drenagem de águas, redes de distribuição de gás natural, direcção e fiscalização de obras públicas e privadas.