30 Melhores Lixadeiras Elétricas em Portugal

em Janeiro de 2023

Verificado por Ricardo Rodrigues

Top 10 Melhores Lixadoras Excêntricas e Roto Orbitais

Melhores Lixadoras de Parede e Teto

Melhores Lixadoras de Rolos

Melhores Lixadoras Vibratórias

Lixadoras Elétricas

As lixadoras elétricas são fundamentais para concluir a etapa de acabamento em obras e remodelações. Estas tornam este processo mais fácil e ágil, exigindo menos esforço do profissional.

Para ajudá-lo na escolha da melhor lixadora elétrica, a equipa engIobra reuniu todas as principais informações que precisa de conhecer sobre esta ferramenta.

1. O que é uma lixadora elétrica?

A lixadora elétrica é uma ferramenta essencial numa das etapas mais importantes do processo de construção: o acabamento. Com este equipamento, é possível realizar esta tarefa de forma mais ágil e prática.

A sua função consiste em lixar e polir materiais e superfícies como madeira, plástico, metal, massa verniz, seja em superfícies planas ou curvas.

Apesar de o nosso foco ser nas lixadoras elétricas, há também modelos que funcionam a bateria. Contudo, estes podem ter uma vida útil menor quando comparados aos equipamentos elétricos.

2. Como funciona uma lixadora elétrica?

A lixadora elétrica é uma ferramenta essencial numa das etapas mais importantes do processo de construção: o acabamento. Com este equipamento, é possível realizar esta tarefa de forma mais ágil e prática.

A sua função consiste em lixar e polir materiais e superfícies como madeira, plástico, metal, massa verniz, seja em superfícies planas ou curvas.

Apesar de o nosso foco ser nas lixadoras elétricas, há também modelos que funcionam a bateria. Contudo, estes podem ter uma vida útil menor quando comparados aos equipamentos elétricos.

3. Como escolher?

Há muitos tipos de lixadoras elétricas no mercado. Para escolher a ideal para si, deve conhecer as principais características de cada um dos modelos.

3.1 Lixadora excêntrica

Este modelo é capaz de polir madeira, plástico, metal ou verniz em superfícies planas ou curvas. A lixadora excêntrica proporciona diferentes tipos de acabamentos, de acordo com a granulação da lixa utilizada.

3.2 Lixadora Orbital

Ao pesquisar entre os modelos disponíveis no mercado, vai perceber que a maioria tem uma velocidade máxima de 3.000 GPM, o que é suficiente para praticamente todos os tipos de projeto.

O equipamento deve ser utilizado numa velocidade mais elevada quando for preciso realizar cortes profundos em materiais mais densos. As velocidades mais lentas podem cortar metais, como o aço.

3.3 Lixadora Rotorbital

Este modelo de lixadora possui dois tipos de movimento: o orbital, para lixar, e a oscilação, que possibilita um melhor acabamento em peças planas de aço ou madeira.

Esta ferramenta é ideal para trabalhar com superfícies e peças mais delicadas.

3.4 Lixadora Angular

Este é um dos modelos mais comuns, utilizado apenas para o desgaste, não sendo indicada para serviços de acabamento.

A lixadora angular é perfeita para desgastar peças abauladas de forma circular, que geralmente são difíceis de trabalhar. Com esta ferramenta é possível trabalhar no ângulo adequado.

3.5 Lixadora de cinta

Para quem precisa de uma ferramenta de alto desempenho e excelente taxa de desbaste, a lixadora de cinta é a solução.

Por ser um equipamento mais potente, não é recomendado para trabalhos delicados e em superfícies frágeis, como o MDF. No entanto, é ideal para chapas de metal, por exemplo.

3.6 Lixadora de parede

Este modelo é ideal para o lixamento de paredes ou tetos que vão receber uma nova pintura. Alguns modelos são equipados com um cabo telescópico para alcançar locais de difícil acesso.

4. Preços de lixadoras elétricas

Há diferentes tipos de lixadoras para finalidades específicas. Por isso, há também uma grande variação no preço destas ferramentas.

No geral, os valores refletem algumas características do produto como potência, velocidade, vibração e tipo.

De acordo com a análise de preços realizada pela equipa Engiobra, podemos perceber que as lixadoras mais baratas podem ser adquiridas por 25€, enquanto que os modelos mais caros podem custar até 850€.

Os preços variam muito devido à capacidade da ferramenta. Por isso, antes de comprar deve avaliar cuidadosamente que tipo de trabalho pretende realizar com a mesma.

Assim, poderá fazer uma compra mais assertiva e adquirir um produto que atenda, de facto, às suas necessidades.

5. Qual a mais barata?

O modelo mais barato entre as lixadoras elétricas é a Lixadora vibratória EINHELL BAVARIA 150W, que custa 60,49€.

Este equipamento pode ser utilizado para lixar superfícies de madeira de tamanho médio e destina-se ao uso doméstico.

6. Como usar uma lixadora elétrica?

Seja na construção civil, indústria, marcenaria, oficina mecânica e outro tipo de serviços, as lixadoras elétricas são equipamentos bastante utilizados e muito requisitados.

Como existem diversos tipos e modelos, há também várias formas de uso de acordo com o trabalho a ser executado.

O operador pode utilizar esta ferramenta em superfícies planas, curvas, verticais, horizontais ou até mesmo inclinadas.

A sua função varia, podendo ser empregada para preparar paredes para pintura, fazer decapagem de assoalhos e portas, remover materiais ou até mesmo remodelar superfícies já desgastadas.

São muitos os cenários em que as lixadoras podem ser utilizadas, por isso o primeiro passo é saber para que finalidade deseja o uso da ferramenta.

7. Manutenção

Uma boa dica para garantir a durabilidade da sua lixadora é acionar o gatilho que faz o disco girar apenas quando a ferramenta estiver firme sobre a superfície a ser trabalhada.

Caso contrário, ao levar a lixadora ligada ao encontro do objeto, corre o risco de fazer um desgaste desigual ao longo da sua extensão.

Além disso, esta forma de manuseio é perigosa e aumenta os riscos de acidentes, pois o operador fica exposto em relação ao disco que está a fazer o movimento de rotação.

Outra dica para melhorar o desempenho da sua lixadora é utilizar o disco adequado consoante a superfície a ser trabalhada.

O uso de lubrificantes para evitar o ressecamento das peças também ajuda, uma vez que as possibilita atingir a capacidade máxima de operação.

8. Características do produto

Conheça as principais características da lixadora elétrica TOP 1 na nossa lista.

Este é um modelo de lixadora orbital, com potência de 280W e velocidade variável de 7000-12000 rpm, garante a velocidade ideal para todo o tipo de materiais.

É equipada com uma porta de extração de poeiras permitindo conexão direta com aspiração de pó.

Possui topo revestido a borracha texturizada, para garantir o máximo conforto de utilização e ergonomia.

O seu sistema de controlo do acabamento minimiza possíveis marcas no primeiro contacto com o material e os rolamentos totalmente selados garantem maior durabilidade.

Nome do produtoLixadora orbital DEWALT DWE6423-QS 280W 125MM
Peso1,28 kg
Potência absorvida280W
Tipo de aspiraçãoSaco coletor de pó
AplicaçãoPara todos os tipos de polimento em superfície plana e curva
Sistema antivibraçãoSim
Número de oscilações12000/min.
TipoExcêntrica e Rotorbital
Material a trabalharMadeira
Diâmetro de oscilação2,6 mm
Altura150 mm
Largura141 mm
Profundidade260 mm
Velocidade12.000 rpm
Cadência3000 Curso/min
Garantia do produto3 anos

Perguntas Frequentes

1 – Posso utilizar a mesma lixa para diferentes superfícies?

Não. A lixa não é uma peça universal, ou seja, cada atividade exige um modelo diferente. Os principais tipos de lixas encontrados são os para madeira e outros modelos para metal e paredes. Observe a sua numeração e granulação.

2 – As lixadoras fazem muito barulho?

Estas ferramentas emitem ruído, no entanto é importante perceber a intensidade do mesmo. Isto pode ser sinal de algum problema no funcionamento da lixadora. Nesse caso, procure a assistência técnica.

3 – Como saber os tipos de lixas compatíveis com o meu equipamento?

No manual de instruções deve encontrar os modelos de lixas mais adequados para a sua ferramenta. Se não encontrar, peça ajuda entrando em contacto com o fabricante.

4 – O que é o sistema antivibração?

Este sistema permite mais precisão e conforto, reduzindo as vibrações da ferramenta durante o uso. Se o seu equipamento conta com este sistema, mas ainda assim apresenta muita trepidação, procure averiguar se há alguma peça danificada.

Produtos relacionados

Autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da NValores e engIobra (RRNValores Unipessoal, Lda,)

Sou Licenciado em Engenharia Civil, desde 2004, pelo I.S.E.L. - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Membro sénior da OET - Ordem do Engenheiros Técnicos.

A equipa engiobra é formada por engenheiros e arquitetos com experiência comprovada em projetos de especialidades para licenciamento e execução.

Atualmente trabalho na engiobra como Projectista: Tenho mais de 10 anos de experiência em projectos de engenharia civil nomeadamente, projectos de estabilidade (estruturas), projectos de redes de abastecimento de águas prediais, projectos de redes prediais de drenagem de águas residuais e pluviais, projectos de acústica de edifícios, projectos de redes prediais de gás.

Entre 2004 e 2010 trabalhei em direcção e fiscalização de obras públicas e privadas.

Redes sociais:

Notificações de novos produtos e comparações

Receba no email artigos exclusivos, recomendações, notificações de novos produtos e comparações.

O engiobra é um site gerido pela RRNValores Unipessoal Lda., uma empresa que presta serviços de engenharia.

  • CAE: 71120
  • NIPC: 514 823 577

Rua Pedro Nunes, Nº 69, R/C 2830-101 Barreiro

[email protected]