engIobra / Obras em Casa / Comprar casa pronta ou fazer a construção: O que é melhor

Comprar casa pronta ou fazer a construção: O que é melhor

Ricardo Rodrigues

Publicado em:Obras em Casa

Publicado em: Obras em Casa

Comprar casa pronta ou fazer a construção: O que é melhor

Ricardo Rodrigues

Chega uma altura em que muitas pessoas questionam: comprar casa pronta ou fazer a construção, o que é melhor? Para encontrar a resposta a esta questão é necessário fazer uma análise e pesar todos os parâmetros.

Se você não sabe se deve comprar um terreno para construir a casa dos seus sonhos ou comprar uma casa pronta, aproveite este artigo para identificar quais os principais benefícios e desvantagens de cada uma das possibilidades.

Comprar Casa Pronta

A principal vantagem de comprar uma casa pronta é o fator tempo. Quem não quer esperar pela construção e pretende ter uma casa de imediato, deve optar por comprar uma casa pronta.

Optar pela casa pronta também é a melhor solução para quem não tem paciência para controlar todo o processo de construção de uma nova casa.

Pela negativa, podemos referir a dificuldade que é encontrar uma casa pronta adequada, principalmente quando se definem critérios algo rigorosos.

Imagine que você pretende uma casa com três quartos numa certa zona de uma localidade e com dois lugares de estacionamento. Encontrar um imóvel com essas caraterísticas pode ser difícil.

Outra questão importante relativamente a comprar casa pronta é o fator desconhecido. Por muita informação que se tente reunir, como a vizinhança, a localização ou a estrutura do imóvel, existem sempre fatores que só vão ser conhecidos com o tempo.

Esses fatores podem incluir o estado da canalização da casa ou da fiação elétrica. Em imóveis antigos, esta questão é ainda mais relevante.

Construir Uma Casa Nova

A grande vantagem de fazer uma construção é que assim você pode fazer o projeto ideal, pode concretizar exatamente a casa que imagina. Na prática, você ganha a capacidade de fazer uma construção otimizada e adaptada a suas necessidades.

Depois, é preciso notar que você vai ficar com um imóvel novo, cuja construção foi (deverá ser) supervisionada diretamente por si, o que aumenta a confiança e reduz as possibilidades de futuros problemas.

Pela negativa, você precisa de ter tempo e paciência para apostar na construção de uma casa nova. Para que tudo corra como desejado você deve fazer um acompanhamento próximo da obra, o que exige um certo grau de compromisso de sua parte.

Veja também: Quanto custa construir uma moradia em Portugal?

Conclusão

A conclusão que podemos retirar é que não existe uma resposta única para a questão: “comprar casa pronta ou fazer a construção: o que é melhor?”. Tudo depende do tempo e até da disponibilidade de cada pessoa.

Nem todas as pessoas têm a paciência necessária para optar pela construção de uma casa, já que essa decisão obriga a um acompanhante rigoroso, que pode até ser desgastante. Quem não se quer preocupar demais com todos os passos associados à construção, pode sempre optar por comprar uma casa pronta.

engiobra - Projectos de Engenharia Civil

Projetos de Engenharia, Comparação de Materiais de Construção e Calculadoras Online

Autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da NValores e engIobra (RRNValores Unipessoal, Lda,)

Sou Licenciado em Engenharia Civil, desde 2004, pelo I.S.E.L. - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Membro sénior da OET - Ordem do Engenheiros Técnicos.

A equipa engiobra é formada por engenheiros e arquitetos com experiência comprovada em projetos de especialidades para licenciamento e execução.

Atualmente trabalho na engiobra como Projectista: Tenho mais de 10 anos de experiência em projectos de engenharia civil nomeadamente, projectos de estabilidade (estruturas), projectos de redes de abastecimento de águas prediais, projectos de redes prediais de drenagem de águas residuais e pluviais, projectos de acústica de edifícios, projectos de redes prediais de gás.

Entre 2004 e 2010 trabalhei em direcção e fiscalização de obras públicas e privadas.

Redes sociais:

Deixe um comentário