O Que Saber Sobre As Cidades Dormitório

O Que Saber Sobre As Cidades Dormitório

Todos nós já ouvimos diversas vezes a expressão “cidades dormitório”, mas será que você sabe o que isso realmente significa?

Neste artigo vamos lhe mostrar o que precisa de saber sobre as cidades dormitório, principalmente quais as vantagens e desvantagens de viver em uma cidade com essas caraterísticas.

O Que É Uma Cidade Dormitório?

Geralmente, o conceito cidade dormitório é usado para definir cidades que servem sobretudo como dormitório de pessoas que trabalham em outra cidade, nas proximidades.

Isto acontece um pouco em todas as grandes cidades, principalmente devido aos elevados custos dos imóveis no interior dos grandes centros urbanos.

As cidades dormitório se caracterizam por terem um fraco tecido empresarial e industrial. São cidades com uma reduzida oferta em termos de serviço e são compostas quase em sua totalidade por áreas residenciais.

As cidades dormitório crescem assim na sombra de cidades mais desenvolvidas economicamente.

Quais os Principais Problemas De Residir Em Uma Cidade Dormitório

O principal problema de residir em uma cidade dormitório é a ausência de infraestruturas. São cidades geralmente pobres em termos de serviços públicos, como hospitais e escolas.

O comércio destas cidades é geralmente fraco, o que obriga os seus moradores a recorrerem sobretudo às cidades em que trabalham para realizar as suas compras, o que contribui para o desnivelamento econômico.

Este tipo de cidade também costuma ter uma oferta reduzida em termos de serviços de diversão.

E Quais São As Vantagens de Viver Nestas Cidades?

A principal vantagem de viver em uma cidade dormitório é o preço dos imóveis. O preço de um apartamento em um grande centro urbano, ou até em uma cidade relativamente desenvolvida é incomportável para muitas famílias.

Assim, a solução é muitas vezes procurar um imóvel em uma cidade próxima, onde os preços são substancialmente mais baixos. Nestas cidade periféricas, é geralmente possível comprar um apartamento com 3 dormitórios ao mesmo preço que ficaria um apartamento com um dormitório na cidade principal.

Exemplos de Cidades Dormitório

Em vez de enumerar diversas cidades dormitório, vou pedir para que você olhe para o mapa do Brasil, principalmente para as metrópoles do Rio de Janeiro e de São Paulo. Você irá certamente identificar inúmeras pequenas cidades.

As pequenas cidades que ficam perto das grandes metrópoles e que não possuem indústria, nem comércio desenvolvido, são quase sempre cidades dormitório.

Optar Ou Não Por Uma Cidade Dormitório

Como vimos, existem vantagens e desvantagens em residir em uma cidade dormitório. Se você não tem dinheiro suficiente para comprar um apartamento em uma área mais dinâmica, então a opção por uma cidade dormitório pode ser uma bola escolha.

Mais tarde, quando sua situação econômica estiver mais estável, você pode sempre optar por mudar para outra zona.

Deixe uma Resposta.