Andaimes Modulares Tubulares e Fachadeiros

Andaimes Modulares Tubulares e Fachadeiros

Todos sabemos que os andaimes são instrumentos essenciais na construção civil, preciosos durante o processo de construção. Mas será que todos sabemos as diferenças entre os diferentes tipos de andaimes? Neste artigo vamos dar-lhe a conhecer o significado de andaimes tubulares, e como tal explorar a origem dos andaimes “regulares”, bem como as particularidades dos andaimes tubulares, dessa forma poderá perceber as diferenças e semelhanças entre os dois tipos de andaimes bem como as normas que os regem e um pouco sobre a sua origem.

Andaimes tubulares

Origem e Normas

Ao conhecer a origem de um determinado utensílio, podemos ficar a conhecer de uma forma mais aprofundada o seu processo evolutivo, e como esse utensílio chegou á ferramenta que temos hoje em dia. Vamos explorar a origem dos andaimes e descobrir como, ao longo dos anos, chegaram ao que vemos nos dias de hoje.

Na Antiguidade, Gregos, Egípcios, entre outros povos que existiam há alguns séculos, já possuíam algum tipo de estrutura que podia ser comparada aos andaimes, construídos de madeira, ou até mesmo bambu, no caso de alguns povos Asiáticos, os andaimes asseguravam a construção ou pintura de determinadas construções. Nos dias de hoje os andaimes evoluíram, existem determinados sistemas de segurança, existem elementos como rodas que aumentam a sua portabilidade e, por conseguinte, a rapidez com que o processo de construção avança.

Os tipos de materiais utilizados para a construção de andaimes também mudaram, há alguns séculos víamos andaimes feitos de bambu ou madeira de baixa qualidade, o que diminuía a segurança destes equipamentos, hoje vemos andaimes construídos com aço ou até alumínio. Contudo podemos notar que andaimes construídos com aço são bastante mais populares na construção civil.

Embora mantenham a mesma função que há séculos tinham, ao longo dos anos os andaimes mudaram consideravelmente, tanto a nível dos materiais que os constituem, como a nível de design e até normas que regem a sua utilização e fabricação.

Para quase qualquer tipo de equipamento utilizado na construção civil, existem um conjunto de normas que lhe estão associadas, o que também é o caso dos andaimes. De maneira a garantir a segurança e a eficácia dos andaimes, as empresas que os fabricam têm que cumprir duas normas bastante importantes.

Vamos enumerar duas das mais importantes leis aplicadas aos andaimes no Brasil. São elas:

A norma: ABNT NBR 6494

Significado: Esta medida envolve regras de montagem e segurança, para que dessa forma os operários possam trabalhar de forma segura em cima destas estruturas, que caso não cumpram os requisitos de segurança necessários, podem tornar-se equipamentos fatais.

A norma: NR 18

Significado: Esta norma está especialmente orientada para a construção dos vários tipos de andaimes, o que significa que as empresas que os fabricam são as responsáveis pela correta aplicação desta norma. Primeiro que tudo, esta norma exige que todos os fabricantes de andaimes sejam sócios ou membros no CREA. Além disso, esta norma exige que as empresas que fabricam andaimes gravem de forma clara e permanente dados como o nome do fabricante, o tipo de andaime, bem como o número de lote e a referência ao ano em que o equipamento em questão foi fabricado.

Diferentes Particularidades

Se observarmos alguns locais de obras, é provável que verifiquemos que existem andaimes presentes, os andaimes são essenciais para auxiliarem no processo de construção, sem eles os operários não podem, de forma fácil, aceder a determinadas áreas de construção para efetuar as mudanças necessárias como reparação ou pintura.

Existem vários tipos de andaimes, existem os andaimes comuns os quais vemos mais frequentemente, a esse tipo de andaimes vou chamar-lhes de andaimes regulares. Ao outro tipo de andaimes chama-se andaimes tubulares.

Os andaimes tubulares são andaimes montados dois a dois que formam colunas que possuem um sistema de travamento que assegura toda a segurança, alguns destes andaimes possuem rodas para uma maior mobilidade e outros estão sobre bases para assegurarem a sua estabilidade.

Por outro lado, os andaimes regulares podem ser montados horizontalmente, que cobrem uma grande superfície, o que permite por exemplo um trabalho de pintura sem pausas. Já os andaimes tubulares são utilizados como uma opção mais rápida para ajustes numa área reduzida, assim, não existe necessidade de montar os andaimes regulares por toda a superfície, o que demora muito mais tempo.

1 Comentário
  1. Senhores (as), Trabalho na área da Petrobras, e sempre que me deparo com perguntas referente ao tipo de andaime, aqui nos utilizamos andaimes tubulares, que utilizar-se para a montagem braçadeiras fixas, giratórias, luvas de união, placa de base e outros, porem devido a montagem não ser realizada em uma construção civil e sim na fachada de um TANQUE ou dentro, as pessoas não querem reconhecer como um andaime fachadeiro. Neste caso este andaime ele á fachadeiro ou não?
    Att,
    Fábio.

Deixe uma Resposta.